​'Portugal definitivo' por Vitorino D'Almeida

​'Portugal definitivo' por Vitorino D'Almeida

02 mar 2013
  • Cultura
foto

O maestro António Vitorino D’Almeida foi convidado para um diálogo acerca do seu mais recente livro “Portugal Definitivo”, na primeira sessão do 8º ciclo de “Conversas na Aldeia Global”, no passado dia 28 de fevereiro. Este encontro ocorreu na Biblioteca Municipal de Oeiras e foi moderado por Vasco Trigo. Para estas “Conversas” são convidadas personalidades de diversos domínios de atividade para uma reflexões sobre história, criatividade, cultura, ciência e religião, cidadania, sistemas políticos, modelos de desenvolvimento e conhecimento. “Portugal Definitivo” é a ultima obra da trilogia de Vitorino D’Almeida e debruça-se sobre a sociedade portuguesa “com graça e inteligência” e que “ousa entrar nos bastidores e faz subir ao palco as verdades incómodas do nosso país. Sem hipocrisias nem cinismos” (in Posfácio). António Victorino D’Almeida tem o Curso Superior de Piano do Conservatório Nacional de Lisboa e diplomou-se em Composição pela Escola Superior de Música da cidade de Viena. Pianista, compositor e maestro, é ainda autor da adaptação para teatro musicado de A Relíquia, de Eça de Queirós, e realizou o filme A Culpa- primeira longa-metragem portuguesa a vencer um festival de cinema no estrangeiro (Huelva, 1980). Como escritor, publicou, entre outros, Um Caso de Biografia, Polisário, Memória da Terra Esquecida, O Que é a Música e Músicas da Minha Vida. Escreveu, apresentou e realizou mais de uma centena de documentários culturais para a televisão, foi membro do júri do Concurso de Piano de Moscovo e é atualmente Presidente do Sindicato dos Músicos Portugueses.