Aprovado projeto de execução do futuro fórum municipal

Aprovado projeto de execução do futuro fórum municipal

05 fev 2016
  • obras municipais
  • cidadania participativa

Fórum Oeiras' é como se designa o novo edifício-sede dos serviços municipais de Oeiras, que está projetado para a zona de Cacilhas, junto ao limite Nordeste da União de Freguesias de Oeiras e S. Julião da Barra, Paço de Arcos e Caxias, viu aprovado o projeto de execução no passado mês de fevereiro. A construção do novo edifício dos Paços do Concelho de Oeiras será efetuada num Lote de terreno municipal urbanizável, com 16.188,5 m2 de área. Apesar de ser um projeto que nasceu em 2001, a conjuntura económica e financeira do país, e consequentemente do município, obrigou a adequar os objetivos essenciais das novas instalações às necessidades funcionais e às limitações orçamentais. Desta forma, o executivo camarário optou pela concentração de todos os serviços e respetivas valências num único designado por Torre. Esta concentração funcional permitirá obter não apenas melhorias consideráveis nas condições do atendimento ao público em geral e do funcionamento dos Serviços a transferir, como igualmente uma apreciável redução dos seus custos operacionais, em termos dos dispêndios de tempo, devido à consequente diminuição das deslocações de serviço (entre unidades orgânicas hoje dispersas, como entre muitas destas e os órgãos políticos municipais), ou ainda uma contenção de custos em termos energéticos, a médio e longo prazo. O futuro edifício será composto por uma torre de 15 pisos, com 64m de altura, integrando ainda mais 2 pisos em cave, instalada num terreno de 18 mil metros quadrados. Pretende-se que nos novos Paços do Concelho de Oeiras venham a ficar instalados todos os serviços municipais – à exceção da Proteção Civil e Polícia Municipal, das Oficinas e Armazéns, da Assembleia municipal, do Arquivo e de todos os locais de funcionamento descentralizado, tais como Bibliotecas, Museus, Auditórios, Gabinetes Técnicos Locais, etc. – nomeadamente todos os que dispõem de atendimento direto ao público, envolvendo no total mais de 760 postos de trabalho fixos para funcionários e colaboradores municipais (já incluindo a totalidade dos órgãos políticos da C.M.O.). O edifício agregará também outras funções centrais da Câmara – como o Salão Nobre dos Paços do Concelho – e ainda diversos equipamentos centrais de apoio (em especial o refeitório e a respetiva cozinha).