Ciclovia ribeirinha de Algés

Ciclovia ribeirinha de Algés

15 nov 2014
  • obras municipais
  • Mobilidade
  • Investimento
foto

Já se iniciaram as obras da futura ciclovia ribeirinha de Algés que permitirá ligar a zona da estação da Cruz Quebrada e do Parque Desportivo do Jamor à zona ribeirinha de Algés, num traçado paralelo e a sul da linha de caminho-de-ferro. O projeto aprovado pela Câmara Municipal de Oeiras resultará, inicialmente, na implantação de uma via ciclável com três metros de largura (e ampliável para uma largura superior, caso o seu uso assim o justifique), com uma extensão aproximada de 950 metros, desenvolvendo-se na frente panorâmica situada entre a foz do rio Jamor e o arruamento já pavimentado que liga à zona localizada a sul da estação ferroviária de Algés. A ciclovia ribeirinha de Algés irá, de futuro, dar continuidade ao previsto prolongamento do Passeio Marítimo, entre a zona da curva do Mónaco e a Cruz Quebrada. Trata-se de uma obra complexa, cuja intervenção mais profunda será realizada junto do pontão ferroviário sobre o rio Jamor, onde se procederá a uma substancial desmatação e à indispensável limpeza do terreno, o que aliás será igualmente efetuado numa grande parte da extensão do traçado previsto. De modo a proteger devidamente a ciclovia, sobretudo da ação erosiva do mar, serão ainda intervencionados os troços da margem que atualmente se encontram mais erodidos e instabilizados, através da colocação de enrocamento rochoso resistente à erosão hidrodinâmica.

Os trabalhos têm uma estimativa orçamentalde 115 mil euros.