Comparticipação financeira à AMALX para projeto de moda sustentável

Comparticipação financeira à AMALX para projeto de moda sustentável

29 nov 2018
  • Apoio Social
  • Ambiente
foto

O Município de Oeiras atribuiu uma comparticipação financeira à AMALX - Associação Moda Africana em Lisboa, no montante de 7.000,00€, para o desenvolvimento do Projeto “Ponto por Ponto” na Outurela/Portela, em Carnaxide, o qual tem por definição a moda sustentável, como disciplina que desenvolve metodologias e métodos que possibilitam, não só, uma abordagem mais ecológica, mas também de valorização cultural e de inclusão social. Trata-se de um projeto que engloba um conjunto de workshops temáticos que têm por princípio a sustentabilidade e os conceitos âncora: Co-Design, Slow-Fashion e Afetividade.

“No Ponto por Ponto, contam-se histórias, tecem-se relações e os lugares sedimentam-se ponto por ponto…” Nesta perspetiva, a aprendizagem da costura torna-se não só ferramenta de capacitação dos alunos e estímulo à empregabilidade, mas também agencia dinâmica de valorização pessoal e de inclusão social.

Neste sentido, e dado tratar-se de um projeto a ser desenvolvido no território do Contrato Local de Segurança (CLS) de Oeiras – zona de Outurela/Portela e que vai ao encontro da concretização das medidas constantes no Plano de Ação do CLS de Oeiras (Eixo 3 – Novas Soluções e Caminhos para o Emprego e a Integração Profissional – Redução de Vulnerabilidades), o Município de Oeiras deliberou atribuir a referida comparticipação financeira à AMALX.