Comunicações de dados nas escolas mais rápida e eficaz

Comunicações de dados nas escolas mais rápida e eficaz

12 mar 2012
  • Educação
  • Comunicação
foto

Tendo por objetivo a racionalização das comunicações internas de dados e voz, o Município de Oeiras procedeu recentemente e em resultado de concurso público com publicidade internacional, ao aumento dos débitos de circuitos de comunicações que interligam os diversos edifícios municipais e escolas básicas EB1 e jardins de infância do concelho, permitindo assim uma melhor partilha e transmissão de informação e agilizar processos internos de decisão.

Esta solução permite ao Município de Oeiras apresentar cada vez mais e melhores serviços aos munícipes, disponibilizados de uma forma centralizada através de uma rede de banda larga, tendo sido reforçados os débitos dos locais com maior dimensão, contando agora o Município com uma rede de alto débito adequada aos recursos que nela circulam.

Alguns exemplos são as comunicações rádio da Polícia Municipal e Proteção Civil, sistemas de vídeo vigilância, aplicações internas e os mais comuns como acesso à Internet, correio eletrónico, impressão e partilha de informação, entre outros.

Ressalvamos ainda a melhoria introduzida no circuito de acesso à Internet, que apresenta agora um débito de 100MBps (dedicados, ou seja, sem partilha com outras entidades), face aos 20MBps anteriormente disponibilizados, alteração que introduziu melhorias significativas nos referidos serviços. Além destas melhorias, a rede passará a contar com circuitos redundantes para os edifícios principais, assegurando as comunicações em caso de falha de um dos circuitos, bem como de uma extensão em número de locais, interligando em rede agora mais de 70 locais diferentes, nos quais se incluem 22 escolas e jardins de infância.

De salientar que o aumento de qualidade e número dos serviços disponibilizados se traduziu, devido à negociação por meio de concurso público com publicidade internacional, numa redução de custos na ordem dos 85% para os locais indicados. Na sua globalidade, o custo dos atuais cerca de 70 locais ligados situa-se nos 75% do valor anteriormente despendido para os apenas 12 locais iniciais.

Registe-se que o trabalho de migração de circuitos e configuração de equipamentos de rede do Município de Oeiras foi efetuado unicamente por técnicos municipais.