Memórias de Luz iluminam noites de agosto no centro histórico de Oeiras

Memórias de Luz iluminam noites de agosto no centro histórico de Oeiras

15 jul 2016
  • Lazer
  • Cultura

Nas noites de 5 a 7 de agosto, os jardins do Palácio Marquês de Pombal e o centro histórico de Oeiras transformaram-se numa tela mágica e contaram a história das gentes e dos saberes do concelho.

Oeiras pertence a quem a habita e sente orgulho em partilhar a sua história e cultura. Assim surgiu o conceito Memórias de Luz, que a cada ano pretende somar mais histórias do coletivo municipal, das suas gentes e das suas atividades socioeconómicas, avivar a memória dos que vivem no presente não esquecendo quem pertenceu a um passado repleto de experiências e sabedoria.

Ao mesmo tempo, Ocubo compartilha a luz com as pessoas, capacitando-as a criar com a luz, dando-lhes a oportunidade de se apropriarem do seu próprio espaço urbano.

Este espetáculo surge na sequência das Noites no Palácio Encantado que em 2015 foram um sucesso, com milhares de pessoas a deslocarem-se ao Palácio Marquês de Pombal para visitarem os seus jardins, durante três noites, deslumbrando-se com os espetáculos video mapping idealizados e produzidos pelo atelier Ocubo, em pontos estratégicos daquele emblemático equipamento arquitetónico e cultural de Oeiras.

Desta feita Ocubo voltou a oferecer um novo olhar sobre a vila de Oeiras, os seus edifícios e espaços públicos com a reposição do espetáculo das Noites no Palácio Encantado, mas foi mais além e iniciou uma incursão pelo centro histórico da vila, com um percurso imersivo multimédia que terminou com um espetáculo video mapping que incluiu performers virtuais, ao 'estilo' teatro musical da Broadway.