Município aposta em software livre

Município aposta em software livre

10 dez 2012
  • estratégia e economia
  • cidadania participativa
foto

Tendo como finalidade um serviço público de qualidade que comporte custos mais reduzidos, em especial no âmbito das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), o Município de Oeiras tem vindo a optar, de forma progressiva, por ferramentas de software tipo freeware, nomeadamente no que se refere a aplicações de suporte à infraestrutura, onde a mais-valia se traduz na ausência de custos de aquisição e manutenção. Neste âmbito foi instalado e encontra-se em utilização software freeware para a monitorização e gestão dos equipamentos de rede informática, de gestão de solicitações e inventário de parque informático, orientado e adaptado às recomendações do ITIL - Information Technology Infrastructure Library. T Com esta medida foi já possível observar uma redução de custos na ordem dos 20 mil euros por ano, nomeadamente pela não renovação dos contratos de suporte inerentes às aplicações anteriormente referidas. É também nos sistemas operativos servidor que esta aposta surge, dispondo o Município de Oeiras atualmente de cerca de 16% dos seus servidores suportados por sistemas operativos Linux. As equipas revêem-se nesta aposta que permite não só um acréscimo de flexibilidade de evoluir livremente, sem dependências contratuais, mas também, e sobretudo, o impacto positivo na motivação pessoal que estas alterações proporcionam.