O concerto que é um clássico

O concerto que é um clássico

04 jan 2014
foto

O já tradicional Concerto de Ano Novo marcou o início de uma das mais ambiciosas programações da Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras (OCCO) dos últimos anos.

Para festejar a entrada no ano novo, a orquestra dirigida pelo maestro Nikolay Lalov apresentou repertório dos compositores G. Rossini, A. Ponchielli, J. Offenbach e J. Strauss. O público foi brindado com valsas, polcas e marchas vibrantes de otimismo e boa disposição. O espetáculo teve lugar no dia 4 de janeiro, no Auditório Municipal Ruy de Carvalho, em Carnaxide.

A OCCO voltou a apresentar-se em Carnaxide cerca de um mês depois, a 1 de fevereiro, no âmbito do ciclo Clássicos em Oeiras.

‘Visita à Turquia’ juntou em palco o jovem solista Artur Mendes (saxofone), o maestro Hakan Sensoy - pela primeira vez em Portugal – e a Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras (OCCO), interpretando obras de Münir Beken, Glazunov e Ulvi Cemal.

Também o Coro de Santo Amaro de Oeiras se apresentou ao público para um concerto de ano novo, no qual participaram todos os agrupamentos – coro infantil, iniciados e MaisMúsica – e o grupo Secret Lie, no edifício da AERLIS, em Oeiras.