Palácio dos Arcos duplamente premiado

Palácio dos Arcos duplamente premiado

16 abr 2014
  • obras municipais
  • Turismo
  • Comunicação
foto

O Hotel Vila Galé Collection Palácio dos Arcos foi este ano o vencedor do Prémio Nacional de Reabilitação Urbana na categoria de Melhor Intervenção Turística, tendo sido também escolhido como Hotel Revelação do Ano pelo Guia Boa Cama Boa Mesa 2014 do jornal Expresso.

Recorde-se que o edifício do Palácio dos Arcos foi objeto de um concurso com vista à sua concessão a unidade hoteleira, ficando estabelecido como encargos do concessionário a recuperação, adaptação e ampliação do imóvel, bem como a recuperação e futura manutenção dos jardins. Todo o processo de concurso, bem como o acompanhamento da obra, foram assegurados pelo Departamento de Projetos Especiais da Câmara Municipal de Oeiras. A obra teve início em maio de 2012 e ficou concluída em abril de 2013, correspondendo a um investimento que rondou os 10 milhões de euros.

O Prémio Nacional de Reabilitação Urbana, de periodicidade anual, é uma iniciativa da Vida Imobiliária e da Promevi e visa reconhecer a requalificação das cidades portuguesas, distinguindo os projetos de reabilitação urbana que regeneram o tecido urbano e que representam uma mais-valia para a comunidade onde se integram. O galardão pretende ainda estimular a excelência profissional dos operadores económicos, sociais e autárquicos que protagonizam estas intervenções.

Nas restantes categorias foram distinguidos o Quarteirão das Cardosas, no Porto (melhor intervenção residencial), o Mercado do Bom Sucesso, também no Porto (melhor intervenção de serviços e comércio), o projeto GNRation, em Braga (melhor intervenção com impacto social), o edifício de acolhimento e requalificação do eixo da Rua da Vitória (melhor intervenção da cidade de Lisboa, anfitriã da cerimónia de entrega de prémios). Foram ainda atribuídas três menções: melhor intervenção com menos de 1 000 m², à Casa de Selho de Riba, em Guimarães, melhor interven- ção de restauro, ao edifício sede do Banco de Portugal, em Lisboa, e melhor intervenção na categoria de certificação energética, ao Étoile 240, em Lisboa.