Plano de Ação de Segurança

Plano de Ação de Segurança

19 mar 2018
  • Segurança
  • Apoio Social
foto

Com o objetivo de reduzir as vulnerabilidades sociais e os comportamentos de risco, mantendo os mais baixos índices de criminalidade da Área Metropolitana de Lisboa, o Município de Oeiras está a desenvolver um Plano de Ação de Segurança que, no âmbito dos Contratos de Segurança, arrancou agora no terreno, nomeadamente no bairro dos Navegadores e em bairros integrados na zona de Outurela e dos Barronhos.

O plano foi apresentado à secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna, Isabel Oneto, pelo presidente da Câmara, Isaltino Morais, tendo-lhe sido dados a conhecer os nove eixos estratégicos de intervenção abrangidos:

- combate às vulnerabilidades socias;

- combate ao insucesso escolar;

- integração profissional;

- apoio à criação de micro-negócios;

- coesão socio-territorial;

- prevenção da delinquência juvenil;

- ambiente, requalificação e habitação;

- cidadania;

- reforço da visibilidade policial.

Refira-se que o Plano de Ação de Oeiras faz parte de uma nova geração de contratos de segurança, assentando no pressuposto de que os fenómenos criminais e antissociais não se esgotam na vertente securitária e a sua prevenção exige a participação ativa e permanente de vários níveis.