Serviços da Câmara instalam-se em edifício do século XVIII

Serviços da Câmara instalam-se em edifício do século XVIII

13 mar 2013
  • obras municipais
  • cidadania participativa
  • Cultura
foto

Na sequência da decisão do Município de ocupar com alguns dos seus serviços o Complexo do Palácio e Quinta dos Marqueses de Pombal, em Oeiras, coube ao Departamento de Projetos Especiais instalar-se no antigo celeiro, tendo ali sido realizados alguns trabalhos de adaptação. Trata-se de um espaço que está inserido no conjunto constituído pela Quinta e Palácio do Marquês de Pombal, de grande valor histórico e arquitetónico, mandado construir por Sebastião José de Carvalho e Melo, primeiro Marquês de Pombal, no século XVIII. Em termos do edifício base, as obras realizadas tiveram como preocupação o respeito pela organização longitudinal do espaço, mantendo-se o corredor central a todo o comprimento e privilegiando os espaços de trabalho amplos (open spaces), o que permitiu uma melhor visualização da bela estrutura de suporte da cobertura, que lembra o casco de um navio, tendo sido edificada segundo as técnicas antissísmicas aplicadas nos prédios de Lisboa construídos depois do terramoto de 1755. Procedeu-se ainda a trabalhos de infraestruturas (informáticas e elétricas), pavimentos, demolição de divisórias pré-fabricadas, pinturas e ao tratamento da azulejaria, cantarias e elementos em madeira, num investimento total de cerca de 60 mil euros.