Feliz Natal, com menos impacto ambiental

Feliz Natal, com menos impacto ambiental

09 jan 2018
  • Ambiente
  • Lazer
foto

Numa época de forte estímulo ao consumo, é importante estar consciente do impacto ambiental associado, nomeadamente o desgaste de recursos, a produção de resíduos, o aumento do uso energético e a produção de gases com efeito de estufa.

É, no entanto, possível viver o Natal de forma mais sustentável, tendo em consideração o respeito pelo ambiente, o apoio a projectos sociais e a redução de custos.Árvore de Natal

Opte por árvores reutilizáveis, os ramos provenientes de podas e cortes responsáveis feitos na floresta ou pinheiros naturais com raiz para plantar depois da época natalícia.Decorações

Elabore as decorações reutilizando materiais ou adquirindo artigos produzidos por associações de carácter social ou artesões locais que utilizem produtos sustentáveis.Luzes de Natal

Opte pelo uso de lâmpadas mais eficientes e de menor consumo energético.

Não deixe as luzes acesas em períodos em que não se encontra ninguém em casa ou quando se está a dormir.Presentes

Pense bem sobre as prendas que vai oferecer e a quem, privilegiando produtos úteis, duráveis, educativos e inócuos em termos de substâncias perigosas.

Procure resistir à publicidade enganosa associada a muitos novos serviços de tecnologias e comunicação, que surgem agora gratuitos, mas rapidamente passam a assumir preços significativos.

Opte por produtos de origem nacional e nos alimentares, de produção biológica; em produtos de perfumaria, cosmética ou higiene pessoal, escolha marcas com produtos naturais, biológicos e que não fazem testes em animais; em equipamentos eléctricos e electrónicos informe-se das marcas mais seguras e ambientalmente mais sustentáveis.

Ofereça o “tempo” como presente, através de visitas aos amigos, familiares e aos mais necessitados.

Participe em campanhas de cariz solidário que habitualmente se desenvolvem nesta época como forma de presentear os mais desfavorecidos.

Reutilize o papel de embrulho, adereços, sacos, frascos, caixas e outros materiais com potencial de reaproveitamento.Ceia de Natal

Evite o desperdício de alimentos elaborando uma lista de compras do que é mesmo necessário e evitando o consumo de produtos demasiado embalados.

Confeccione a maior parte dos pratos e sobremesas, privilegiando produtos locais/regionais/nacionais, adquiridos no comércio local (reduzindo a pegada de carbono associada ao transporte), se possível, de origem biológica e/ou provenientes de redes de comércio justo.Resíduos

Separe os diferentes resíduos, reutilizando os papéis de embrulho e laços decorativos e encaminhando os diferentes materiais para reciclagem utilizando os ecopontos.

Separe o óleo alimentar utilizado nas frituras dos doces de Natal em garrafas de plástico fechadas e coloque-o num oleão da via pública ou supermercado.

Não deposite os resíduos na via pública, fora dos equipamentos nem nos períodos em que não há recolha: noites de 24 e 31 de dezembro.

 

Mais informação emwww.naturlink.pt