Lares de idosos de Oeiras com presença médica semanal

Lares de idosos de Oeiras com presença médica semanal

18 set 2020
  • Apoio Social
foto

Todas as estruturas residenciais para idosos do concelho de Oeiras confirmaram ter a presença de um médico, uma a duas vezes por semana, na generalidade, garantindo ainda o apoio profissional à distância, via tecnologias, diariamente, sempre que a entidade necessite.

Esta é a conclusão de um relatório desenvolvido pela Divisão da Coesão Social da Câmara Municipal de Oeiras que auscultou todas as 44 entidades locais com resposta residencial – Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas, Lares Residenciais (Deficiência) e Centros de Acolhimento Temporário.

Neste relatório elaborado pelos técnicos municipais, apurou-se ainda que nos lares de idosos o apoio de enfermagem é assegurado por equipas constituídas por 1 a 4 profissionais que assumem rotatividade, em regime de não exclusividade, e garantem acompanhamento vários dias por semana. Uma das entidades assegura médico e enfermeiro a tempo inteiro.

A visita do médico tem como função a observação aos utentes, consultas e prescrições e os enfermeiros prestam cuidados de avaliação dos utentes, recolha de análises, sondas, pensos e observação da tensão arterial, além de contacto com o médico.

Quanto à resposta em Lares Residenciais na área da Deficiência, a assistência médica é feita através da deslocação do médio de família do Centro de Saúde às instalações do lar residencial, com a exceção de uma associação que assegura a deslocação dos utentes. O mesmo se passa com a assistência nos cuidados de enfermagem.

Quanto aos Centros de Acolhimento Temporário (crianças e jovens em risco) concluiu-se que, no caso de os utentes evidenciarem necessidades de cuidados médicos e/ou enfermagem, a entidade assegura a deslocação e acompanhamento ao agrupamento de centro de saúde de referência, com exceção de duas delas que beneficiam de cuidados de enfermagem em regime de voluntariado.

O Município de Oeiras já atribuiu às Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas cerca de 517.000,00 €, destinados a apoios sociais de saúde e de prémios aos cuidadores de cada equipamento.

A par da canalização destes recursos que têm possibilitado a manutenção da atividade social dos equipamentos, o Município tem canalizado diverso material de proteção individual, assim como tem assegurado um acompanhamento e monitorização de proximidade, consubstanciado em contactos e visitas regulares.