Convento da Cartuxa

Convento da Cartuxa

O antigo Convento da Cartuxa é, a par com o de Évora, um dos dois únicos conventos cartuxos portugueses. Visita-lo é quase uma "obrigação''.

Um espaço que apela à reclusão e silêncio. 

​O antigo Convento da Cartuxa é, a par com o de Évora, um dos dois únicos conventos cartuxos portugueses. O edifício está inserido num conjunto construído numa propriedade de características agrícolas que engloba o núcleo mais antigo, composto pela igreja e dependências e todos os edifícios levantados no Séc. XX para instalar o reformatório, que se estendem por uma encosta suave.

Este convento foi fundado no Séc. XVII, em terrenos doados por D. Simoa Rodrigues. O pequeno claustro, com três arcos em cada ala, foi mandado construir pelo Cardeal D. Luís de Sousa nos finais do Séc. XVII.

O primeiro templo terá sido destruído na sequência de um projeto de ampliação do convento em 1736. A igreja, de ampla fachada de calcário, é encimada por uma imagem da Virgem com o Menino e foi construída no Séc. XVIII. Desde 1903 que o convento alberga as Instalações do Instituto Padre António Vieira. Pela sua excelente acústica, este espaço tem recebido com regularidade os concertos da Orquestra Metropolitana de Lisboa e Orquestra de  Cascais e Oeiras.

 

Horário:

Domingo das 12h00 às 13h00