Povoado Pré-Histórico de Leceia
quadros sobre povoado

Povoado Pré-Histórico de Leceia

As escavações puseram a descoberto estruturas habitacionais e defensivas de um povoado do período Calcolítico pré-campaniforme.

Os primeiros trabalhos arqueológicos relativos a este povoado fortificado tiveram início no decurso do século XIX, por Carlos Ribeiro.

Implanta-se no alto da encosta direita sobre o vale da ribeira de Barcarena, dominando visualmente a entrada da Barra do Tejo.

As pesquisas arqueológicas efetuadas sob a orientação do Prof. Doutor João Luís Cardoso entre 1983 e 2002, totalizando assim 20 anos de trabalhos de campo continuados puseram a descoberto estruturas habitacionais e defensivas de épocas diversas. As mais antigas remontam ao Neolítico Final da Estremadura, situando-se entre cerca de 3.300 e 2.900 anos A. C.


Depois de um curto período de abandono assistiu-se, logo no início do Calcolítico (ou Idade do Cobre) à construção de um complexo dispositivo defensivo, organizado em três linhas de muralhas, reforçadas exteriormente por bastiões semicirculares articuladas com duas importantes escarpas naturais pré-existentes.

A ocupação pré-histórica do local prosseguiu, de acordo com os resultados das datações obtidas pelo método do radiocarbono até cerca de 2.200 anos antes de Cristo. Os espólios arqueológicos mais significativos comprovam o sucesso de uma economia agro-pastoril, complementada pela caça e pela recoleção de moluscos ao longo do litoral estuarino adjacente.

Tais materiais podem ser observados na Exposição Monográfica do Povoado Pré-histórico de Leceia, localizada na Fábrica da Pólvora de Barcarena.

Prof. João Luís Cardoso fala da investigação publicada pela revista 'Science' a propósito da história e da expansão do burro doméstico. Esta pesquisa agregou vários cientistas de todo o mundo. Universidade Aberta a 16 de novembro de 2022.

Entrevista ao Prof. João Luís Cardoso para a 'Agenda Cultural 30 Dias em Oeiras', uma parceria entre o Município de Oeiras e a TSF - Rádio Notícias, em 13 de abril 2022.

Entrevista da Universidade Aberta ao Prof. Doutor João Luís Cardoso, Coordenador do CEACO, sobre o povoado Pré-Histórico de Leceia e a arqueologia do Concelho a 29/08/2019. Disponível na RTPplay
​​​​​​

 

Entrada gratuita

Visitas guiadas a cargo do Centro de Estudos Arqueológicos do Concelho de Oeiras
 

Por ser uma área complexa, de difícil interpretação, estas visitas requerem um acompanhamento especializado por parte de um técnico superior do Centro de Estudos Arqueológicos, que adapta as suas explicações ao nível etário dos visitantes, desde crianças, publico adulto e sénior.

A marcação de visitas guiadas pode ser feita da seguinte forma:

  • Escolas - Através do Portal Oeiras Educa (realizadas sempre às quintas-feiras);
  • Particulares – As visitas são realizadas sempre em grupos de número igual ou superior a dez visitantes. No caso de visitas individuais, estas podem associar-se a visitas escolares, ou constituir grupos próprios, contando para o efeito com o apoio do Centro de Estudos Arqueológicos para reunir os interessados em grupos de visita. 

​Por marcação prévia para grupos de número igual ou superior a 10 pessoas:
Tel. 214408432 
E-mail: arqueologia@oeiras.pt

 

Como Chegar:
Rua 7 de Junho, Leceia

Carro
Coordenadas GPS: 38°43'41.16"N ; 9°16'54.08"W

Comboios
Linha de Cascais: Estação de Oeiras ou Estação de Carcavelos. Ligação autocarro 106 (Lisboa Transportes), saída Leceia
Linha de Sintra: Estação de Amadora ou Estação de Monte Abraão. Ligação autocarro 106 (Lisboa Transportes), saída Leceia

Autocarro
106 (Lisboa Transportes): Carcavelos - Amadora/Falagueira (Metro, linha Azul), saída Leceia

 

 

foto aérea povoado de Leceia ruinas povoado histórico de Leceia 1 ruinas povoado histórico de Leceia 2